• 1
  • 2
  • 3

Boletim Eletrônico - SAESP

"Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida. E é exatamente por isso que eu sou um sucesso". (Michael Jordan)

Encontramos milhares de definições diferentes sobre sucesso, algumas até divergentes, mas na realidade cada um de nós tem a sua própria definição e sabe exatamente quando e como se sente vitorioso.
 
Por isso a mais simples e realista das definições de sucesso é conseguir o que se quer.
 
Mas o grande desafio não está em defini-lo, isso até é simples, a verdadeira dificuldade está em atingi-lo.
 
O sucesso sempre foi muito estilizado pela sociedade. A mídia rotula o sucesso á alguns padrões pré-estabelecidos, vide as propagandas, novelas, programas de auditório de calouros, filmes e demais programações. A mensagem é sempre semelhante, sucesso aliado á fama, poder e dinheiro.
 
Infelizmente muitas pessoas acreditam nisso e assim passam a buscar um sucesso ilusório e passageiro. Primeiro porque sucesso não é como receita de macarrão instantâneo, que fica pronto em três minutos. Sucesso não um destino é uma jornada. É uma receita de vida.
 
Os padrões de sucesso devem ser buscados no íntimo de cada um, embasados em valores individuais, e não moldados por ditames da sociedade. Por isso o sucesso é tão individualizado.
 
Pense sobre um cientista que dedica a sua vida para encontrar a cura para o câncer que somente obterá sucesso se realmente encontrá-la?
 
Não permita que ninguém imponha a você uma definição do sucesso, e não se sinta obrigado a alcançar as expectativas do sucesso definido por outras pessoas.
 
Imagine uma conversa entre Hitler, Martin Luther King, Fidel Castro e Henry Ford. Independentemente de sua opinião, temos que concordar que cada um deles obteve sucesso em sua empreitada, mas não podemos negar que as suas motivações foram completamente diferentes.
 
Isso demonstra também que ter sucesso não é necessariamente fazer o bem.
 
Alem disso no decorrer da vida nós mudamos, evoluímos e conosco muda o conceito de sucesso.
 
Por exemplo, quando eu tinha dez anos de idade, meu conceito de sucesso era ser o melhor jogador de futebol da rua e poder brincar, tomar sorvete e comer balas o dia inteiro sem ter hora para dormir nem tomar banho. Aos dezesseis sucesso era conseguir namorar alguém, fazer parte da turma do colégio e ser convidados para as melhores festas. Aos vinte e poucos anos sucesso era conseguir se formar sem ficar de dependência, conseguir um emprego e ser o melhor profissional que o mercado já conheceu. E assim a cada fase da vida o conceito de sucesso muda. Por isso alem de ser individual o sucesso é relativo em cada uma das fases da sua vida, e suas experiências são capazes de mudá-lo conforme você amadurece e cresce.
 
O conceito de sucesso de Ralph Waldo Emerson famoso escritor, filósofo e poeta americano era "Rir muito e sempre, ganhar o respeito das pessoas inteligentes e o afeto das crianças; receber a consideração dos críticos honestos e resistir à traição de falsos amigos; apreciar a beleza; descobrir o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja através de uma criança mais saudável, um pedaço de jardim ou uma condição social mais justa; saber que ao menos alguém respirou mais facilmente porque nós existimos. Isto é ter sucesso!".
 
Mas independente do seu conceito de sucesso algumas premissas são universais.
 
Ninguém ganha sucesso. Ele é conquistado. E essa conquista é fruto de uma busca constante. A busca pelo sucesso deve vir de dentro da pessoa.
 
Por isso não existe sucesso sem dor. Para atingi-lo temos que nos comprometer com nossas metas e objetivos, isto significa muitas vezes deixar de fazer o que gostamos para fazer o que é necessário, por exemplo, deixar de ir numa festa para estudar para um importante exame ou comprometer parte das suas férias para fazer um curso de aperfeiçoamento. Enfim é se esforçar mais do que os outros. Pois o sol nasce pra todos, mas a sobra é só para alguns.
 
Lembre-se de que somente você pode decidir fazer as mudanças necessárias para que você alcance quaisquer metas que você tenha estabelecido para si mesmo.

 

Sucesso é paixão seguida de planejamento.

Antes de ver nossos sonhos trazidos à realidade do dia-a-dia, é preciso imaginá-los.
 
Descobertas da ciência, psicologia moderna, doutrinas de grandes religiões e do ocultismo ensinam que o pensamento é força viva, dotada de grande poder criativo ou destrutivo. Nós o geramos e o tiramos de dentro de nós. Eles ganham vida e a partir daí exteriorizados são capazes de reagir sobre nós e de nos influenciar.
 
O segundo passo é traçar um plano de ação. Para isso basta você responder em detalhes a seguinte pergunta, como vou fazer isso? Escreva a resposta listando as diversas atividades, tarefas e atitudes que deve tomar, coloque prazos para a realização de cada uma delas e mãos á obra. Regularmente reveja a lista para avaliar em que estagio você está de cada atividade descrita. Se tiver alguma que não se encaixa mais ou já foi cumprida, substitua.
 
Sucesso é uma questão de atitude. É fazer as coisas que devem ser feitas. Não se pode ficar de braços cruzados esperando que a oportunidade dos seus sonhos venha bater á sua porta, ou o amor da sua vida apareça e lhe peça em casamento. Lute, vença os obstáculos que com certeza irão aparecer em seu caminho na busca dos seus desejos e lhe servirão para provar a sua determinação.
 
Alfred Montapert em "A Suprema Filosofia do Homem" diz que "A pedra angular do sucesso e da realização é à vontade. A ambição é a força que nos empurra para a luta. No momento em que deixarmos o prazer ou as dificuldades neutralizarem esta força, no momento em que deixarmos de avançar, no momento em que essa ambição morre, é então que morremos também".
 
Vivemos numa sociedade altamente mutante, os que conseguem ter sucesso, são os indivíduos que promovem verdadeiras transformações internas. Primam pelo autoconhecimento, os pontos fracos são trabalhados e os fortes reforçados. O aprimoramento é diário, com isso os tornando pessoas melhores, e como consequência suas vidas muda a cada dia para melhor.
 
Você já parou para pensar o motivo pelo qual tantos filhos de pessoas simples, pobres, de poucos recursos, atingem grande sucesso, enquanto filhos de grandes artistas e cientistas, músicos, empreendedores quase invariavelmente ficam muito aquém dos seus pais? Devemos ter uma inquietação permanente com a realidade, não aceitar a situação como ela está, sempre há espaço para mudanças.
 
Peter Drucker, considerado o maior pensador sobre administração e gestão de tempo, afirmou que, no futuro, os historiadores descreverão nossa época como aquela em que, pela primeira vez, um grande número de pessoas pôde fazer escolhas. Assim, de um lado nos entusiasmamos com a possibilidade de escrever nossa própria lenda, mas de outro, empurrados pela avalanche de informações e demandas, nos angustiamos por não saber o que fazer ou que rumo seguir. Ou se estamos fazendo o que deve ser feito com as ferramentas certas, e no tempo certo. Mais ainda, se nossos esforços pela sobrevivência colaboram ou prejudicam o mundo e as pessoas ao nosso redor.
 
Apesar de toda essa liberdade de poder fazer nossas escolhas, não sabemos qual caminho seguir, atualmente não existe mais garantia de que os caminhos antigos serão bem sucedidos. Com um cenário dinâmico este caminho passou a ter outras dimensões.
 
A boa noticia é que isso ocorre com todas as gerações e com todo mundo desde que o homem passou a ser civilizado e passou a viver em comunidade.
 
Observe o exemplo do empresário Abraham Kasinsky depois de uma bem sucedida experiência na Cofap aonde chegou a exportar produtos para 97 paises, empregar 35.000 pessoas e faturar mais de um bilhão de dólares por ano. Vendeu a empresa em 1998 para um grupo italiano e aos 84 anos em 2004, abriu uma fabrica de motocicletas que leva o seu sobrenome, grafado com i, por "uma questão de numerologia", segundo o empresário. Abocanhando 53% do mercado nacional de scooters.
 
Aos 84 anos provavelmente muitos de nós iríamos com certeza curtir uma justificada aposentadoria milionária, mas Kasinsky optou por um novo desafio e novamente foi bem sucedido. Como ele próprio disse "Meu principal combustível é a próxima batalha".
 
Desistir de uma ideia por falta de coragem é como ir para a guerra derrotado. Você precisa acreditar que sairá vivo. Diante de uma situação que aponte uma única saída, pense o que poderá dar errado se você seguir por outro caminho. Analise os riscos e crie um plano B, para continuar avançando.
 
Não existe segredo ou receita para o sucesso, existe sim muito trabalho, determinação e planejamento. E isso está ao alcance de qualquer pessoa que se comprometa com o seu sucesso.
 
Vamos encerrar refletindo sobre uma frase do Dalai Lama: "Julgue seu sucesso pelo que você teve de ceder para obtê-lo".
 
Sucesso!
 
 
Por: Roberto Recinella